27 de ago de 2013

Voltando ao primeiro amor.


Hoje, meditando no livro de Apocalipse, me deparo mais uma vez com algo que precisa ser a essência de todo cristão: viver todos os dias no primeiro amor e nas primeiras obras.

"Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio. Se não se arrepender, virei a você e tirarei o seu candelabro do seu lugar." [Apocalipse 2:4-5]

A carta à igreja de Éfeso inicia com as seguintes palavras: "Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança. Sei que você não pode tolerar homens maus, que pôs à prova os que dizem ser apóstolos mas não são, e descobriu que eles eram impostores. Você tem perseverado e suportado sofrimentos por causa do meu nome, e não tem desfalecido." [Apocalipse 2:2-3] 

Isto nos prova que, embora o Senhor reconheça nossa obediência à Sua Palavra, – como podemos ver através da igreja em Éfeso, – é essencial que vivamos o genuíno amor à Deus em nossa caminhada cristã. Cumprir nossas "disciplinas espirituais" não é o suficiente. Precisamos vigiar para não vivermos na religiosidade, e transformarmos o nosso relacionamento com Deus em mera obrigação.

O impulso predominante em nossa vida cristã, precisa ser essencialmente o amor. A vontade de Deus é que vivamos como nos primeiros dias com Ele em nossas vidas, quando o principal pensamento era preenchido por Ele, onde o nosso coração queimava e desejava fortemente Sua presença. Precisamos voltar a quando anseavamos conhecê-Lo e louvá-Lo em todas as circunstâncias. Precisamos do primeiro amor. Esta é não somente uma condição para que Deus não nos rejeite como igreja, [conforme Ap 2:5] mas trata-se também de cumprirmos o propósito no qual fomos criados: amar e glorificar a Deus com todas as forças.

Há alguns dias atrás, este assunto do primeiro amor vinha incomodando meu coração, e eu me dispus a fazer algo a respeito. Não podia orar apenas por disciplina, não podia meditar na Palavra apenas para cumprir uma obrigação. Obedecer não basta, é preciso amar fervorosamente à Deus antes de tudo! E então eu busquei o que precisava no louvor. Comecei a louvar a Deus em todas circunstâncias. Enquanto limpava a casa, antes da minha devocional diária, enquanto almoçava ou fazia qualquer outra atividade, ali estava um DVD ligado ou o meu celular com belos cânticos à Deus. 

As experiências de maior amor à Deus que vivi em minha caminha cristã, foram através do louvor e da  meditação na Palavra de Deus. Mas não posso deixar que isto aconteça só "de vez em quando". Meu coração precisa transbordar de amor todos os dias. 

Precisamos escolher todos os dias, pensar como pensam as crianças: "Deus é incrível, é o máximo, é algo inexplicável". Precisamos desse olhar, dessa perspectiva, ou estaremos fadados ou automatismo, à independência, ao estar anestesiado quanto Quem é o nosso Deus e o que Ele representa em nossas vidas!

Minha mãe contou-me a respeito de uma criança, filha do pastor dos meus pais, que ouviu a respeito do batismo nas águas, em um curso de discipulado que seu pai ministrou. Ele falava da passagem de Marcos 16:15-16 que diz: "Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado" e ela imediatamente questionou-o quanto aquelas palavras. Quis confirmar, quis se certificar de que seria salva apenas se fosse batizadas nas águas. Minha mãe disse que ele a explicou que Deus julga com justiça cada situação e Ele sabe usar de Sua misericórdia, mas a menina considerou a seriedade do assunto e optou por livre vontade se batizar nas águas.

É dessa obediência pura que precisamos. Sem questionamentos, insubmissão e opiniões próprias. De modo que, apenas a Palavra de Deus importa.

"Amar a Deus sobre todas as coisas".

Buscar no próprio amor, o amor. Sim, Deus é amor. Busquemos Nele que se preencha cada lacuna de nossos corações. Transbordemos de amor pelo Pai, Ele é digno, e estamos aqui para isso.

"Nós amamos porque Ele nos amou primeiro" [1Jo 4:19]. É tão óbvio O correspondermos! É tão cabível, tão próprio amá-Lo! Vamos transbordar desse amor?

Deixo o louvor "A canção do amor", do Diante do Trono, a fim de que o Senhor renove o amor no coração de todos.

Fonte: Alleffsouza

Deus os abençoe!

12 de ago de 2013

Propósito de santificação.


A Paz à todos. Conforme escrevi anteriormente, tem sido difícil conciliar os textos aqui do blog com os do Instagram, no qual posto diariamente. Mas hoje venho para compartilhar um propósito que divulguei hoje no Instagram, a fim de encorajá-los à se santificarem e buscarem mais de Deus.

Siga @filhadosoberano no Instagram [ou acesse: http://instagram.com/filhadosoberano] e confira o texto de hoje, abaixo:

"Amados, visto que temos essas promessas, purifiquemo-nos de tudo o que contamina o corpo e o espírito, aperfeiçoando a santidade no temor de Deus." [2Co 7:1]. 

Pensando nesse versículo, e em um propósito que Deus colocou em meu coração, gostaria de convidá-los à se aproximarem mais de Deus junto comigo.

Vejo que algumas pessoas comentam a respeito de sua dificuldade em meditar na Palavra de Deus e orar, e em seu desejo de estarem mais próximas, mas íntimas do Senhor. Com isso, estabeleci este propósito de disciplinas espirituais, a fim de auxiliar aqueles que porventura, estão sem forças para buscar à Deus.

O verso acima, trata de nos santificarmos diante de Deus. Sabemos que o Senhor se manifesta onde habita a santidade, visto que Ele é santo e rejeita o pecado. Tendo isso, acho importante jejuarmos e orarmos à Deus, para que Ele nos perdoe e auxilie em nossas fraquezas e nos ajude à rejeitarmos toda forma de pecado. 

Precisamos criar uma disciplina de oração e meditação na Palavra - todos os dias. Só orar não é o suficiente. A Bíblia é um alimento espiritual fundamental para o nosso crescimento Nele. Pensando nisso, estou disponibilizando um plano de leitura bíblica que sempre utilizo. É um plano em ordem sistemática [Gênesis ao Apocalipse], só que com algumas ordens alteradas para melhor compreensão do contexto histórico.

Eu poderia, ainda, escrever vários caracteres acerca da importância de ler a Bíblia, jejuar, orar, buscar mais do Senhor. Mas vou resumir nisso: viver com e para Deus, requer entrega e santidade. 

Vivamos as coisas espirituais e não as da carne. Para os leitores do blog, o plano de leitura bíblica encontra-se ao lado direito do blog. É só clicar e salvar, e se preferir, você pode imprimir e se preferir, você pode assinalar os dias já cumpridos.