10 de jul de 2014

Ore por Israel e Palestina!


Queridos irmãos, sabemos através dos veículos de comunicação e redes sociais, dos ataques que estão ocorrendo entre Israel e Palestina. Também sabemos que a Palavra de Deus fala a respeito da desunião entre o povo judeu e árabe.

Os judeus são descendentes de Isaque, e os árabes descendentes de Ismael, - ambos filhos de Abraão. Em Gênesis lemos uma profecia de que Ismael (no caso, o povo árabe, teria rivalidade contra seus irmãos, - outros povos). "Disse-lhe ainda o Anjo do Senhor: 'Você está gravida e terá um filho, e lhe dará o nome de Ismael, porque o Senhor a ouviu em seu sofrimento. Ele será como jumento selvagem; sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele, ele viverá em hostilidade contra todos os seus irmãos." (Gn 16:11-12). 

Sabemos que Isaque e seus descendentes israelitas são os herdeiros da promessa e devemos sim, orar por paz em Israel e para que estes sejam alcançados pela salvação de Cristo Jesus. Mas devemos orar TAMBÉM pelos palestinos, porque até o presente momento 76 já foram mortos na faixa de Gaza, e 500 estão feridos em apenas três dias. Também sabemos que a salvação é PARA TODOS, então diante disso eles também precisam ser alvos de nossas orações! 

Profetizemos: "Por Jerusalém me regozijarei e em meu povo terei prazer; nunca mais se ouvirão nela voz de pranto e choro de tristeza." (#Isaías 65:19). 

HAJA PAZ EM ISRAEL! HAJA PAZ NA PALESTINA!

(Priscila Grah)

4 de jul de 2014

Testemunho e vídeo de Jason Upton cantando com anjos

O show de gravação aconteceu para 700 órfãos, o evento durou quatro horas e apenas uma canção foi cantada. “Nós dividimos em faixas para o CD, mas, na verdade, o álbum todo é composto por apenas uma faixa.”

No final dessa apresentação uma das crianças se dirigiu ao músico e disse que tinha visto um grande anjo cantando atrás dele. “Eu só concordei, olhei pro pessoal da banda e ri. Achei bonitinho, mas disse que deveria ser coisa de criança, que na igreja dela deveriam falar muito sobre anjos,” lembra.

Upton só passou a acreditar na visão daquela criança quando ele ouviu a gravação e percebeu que juntamente à sua voz podia se ouvir um som diferente. Questionando o engenheiro de som que trabalhou naquele CD ele tentou achar a resposta daquela segunda voz.

“Ele me disse que era uma interferência nos microfones e que me provaria separando o áudio de cada microfone e me mostrando que o tal som aparecia em todos eles.”

De acordo com o músico, o engenheiro de som dividiu os microfones e não encontrou nada até isolar o microfone principal e lá estava o som.

“O engenheiro de som me disse que era como se houvesse alguém cantando a uns cinco metros atrás de mim. Ele ficou sem palavras, apenas saiu, afirmando que precisava tomar um ar.”

Confira o vídeo clicando AQUI e seja tremendamente edificado (a)!

Deus os abençoe.