25 de ago de 2016

Tenha comunhão com o Espírito Santo! :)


Nos últimos dias tenho meditado muito sobre a importância de nossa comunhão com Deus. Jesus se entregou na cruz do calvário não apenas para nos dar a salvação, mas também para nos reconciliar com o Pai, possibilitando nossa comunhão com Ele. E depois, ressurreto, antes de subir aos céus, Jesus Cristo nos prometeu enviar o Espírito Santo, que da Trindade, é com quem nos relacionamos aqui na terra. E é por isso que nenhum cristão deveria contentar-se em ser “apenas um salvo”, mas deveria usufruir do privilégio da comunhão com o Espírito Santo. E eu acredito que fica muito mais fácil, leve e espontâneo, quando não vemos a oração como uma obrigação cristã ou uma espécie de ritual, mas quando vemos a oração como simplesmente estarmos com Deus! 

A Bíblia diz que não sabemos orar como convém (Romanos 8:26), e é por isso mesmo que em nosso momento devocional precisamos pedir ao Espírito Santo que conduza todas as coisas com liberdade; que nos revele por quem e o que devemos orar, ao invés de apresentarmos nossas orações “engessadas”, repetitivas e de nossa própria vontade! E é fato que, em alguns momentos Deus não nos conduzirá à petições, clamores e tampouco palavras, mas nos levará a apenas O adorarmos, enquanto em outros momentos nos inspirará a intercedermos, declararmos Sua Palavra, etc. Nosso Deus é criativo e dinâmico, e por isso precisamos permitir que Ele conduza nosso momento com Ele, e não nós.

Como escrevi acima, creio que nenhum de nós, cristãos, deveria se contentar com apenas o fato de termos sido salvos. Isso por si só é grande coisa, claro, mas nossa salvação é apenas o começo de um relacionamento, de um vida, de um oceano inteiro que Deus tem para cada um de nós. E muitas vezes nos contentamos com pequenas gotas que por si só não são suficientes para saciar nossa sede de algo a mais.

Em Lucas 19:1-5, a Bíblia diz que Jesus entrou em Jericó e lá havia um homem rico chamado Zaqueu, que queria ver Jesus. Zaqueu era um homem baixo e como havia uma grande multidão ao redor, ele subiu em uma árvore para poder ver melhor a Jesus. Mas quando Jesus olhou para cima e viu Zaqueu naquela figueira, Jesus disse a Zaqueu que queria ficar em sua casa!

Assim somos nós, muitas vezes nos contentando com a visão de Jesus, ouvindo sobre ele nos cultos, vendo Ele simplesmente passar, ao invés de O convidarmos para entrar em nossas casas, e ficar ali conosco para simplesmente termos comunhão com Ele!
Jesus quer entrar em nossas casas hoje, amados: “Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele comigo.” (Apocalipse 3:20). 

Ele quer cear conosco, enquanto comemos à mesa. Quer nos observar, ouvir a nossa voz, sentar conosco no sofá, deitar na nossa cama, Ele quer participar de tudo! Mas para isso precisamos dar maior valor e atenção à Sua presença, conversando com Ele em todo tempo, permitindo que Ele participe de tudo, e não apenas de nosso momento devocional.

Que Deus os abençoe!

No amor de Cristo,
Priscila Grah

22 de ago de 2016

#SemanadePromoções na @livrariafilhadosoberano


Confira algumas de nossas super #promoções! Preços imperdíveis, enquanto durar o estoque. Compartilhe com seus amigos! :)

Para conferir a sinopse desses e de outros exemplares disponíveis, acesse nosso site! 
------------------------------------------------------------------------

18 de ago de 2016

#SemanadePromoções: Livro "O Plano de Batalha Para a Oração"


O abençoado livro da série Quarto de Guerra- "O Plano de Batalha Para a Oração" - também está na ‪#‎SemanadePromoções‬, de R$35 por APENAS R$26,90! :) Imperdível!

Sinopse: * Do treinamento básico até as estratégias com propósito *

Este Plano de Batalha para a Oração conduz uma jornada de aprendizado de um Deus vivo e amoroso que convida a todos para desenvolver uma comunhão mais íntima com Ele, ensina a forma estratégica de orar para um relacionamento de intimidade com Ele; para lutar de modo eficaz nas batalhas da vida, entregando preocupações nas mãos do Pai. Importantes passagens da Bíblia são ressaltadas durante a leitura, destacando recursos oferecidos por Deus para que a oração seja feita de forma mais intensa e precisa. Leia e conheça os benefícios da oração certeira e o modo como Deus responde nossas orações. “A oração pode realizar o que Deus quer realizar. Trata-se de uma dádiva bela, misteriosa e surpreendente. Não há um privilégio maior para um ser humano do que ser capaz de, pessoalmente, conversar e falar aos ouvidos do Deus Todo-Poderoso.” (Os Autores) Os irmãos Kendrick propõem o seguinte neste Plano de Batalha: - A leitura de 1 capítulo por dia, - 5 dias por semana - Durante 7 semanas consecutivas - Examinando a Bíblia - Dando ênfase no livro de Lucas - Com uma oração específica a cada semana Escolha um lugar e um horário em que você possa orar sozinho todos os dias, anotando pedidos específicos e pessoais como alvo de cada uma das sete semanas. Os autores vão conduzindo o leitor a cada passo, ensinando como se faz um plano de batalha!
------------------------------------------------------------------------------------------
Para aquirir acesse http://livrariafilhadosoberano.iluria.com ou através do WhatsApp (11) 9 5989-7379.

15 de ago de 2016

Semana de #promoções até 22/08 na @livrariafihadosoberano!


A partir de amanhã teremos vários livros em #promoção na loja virtual válidos até 22/08! Acompanhe! ;)

#LivrariaFilhadoSoberano #EdificandoVidasAtravésdaLeitura

13 de ago de 2016

Você é filho (a) amado (a) de Deus!



Há dias o Senhor tem falado ao meu coração sobre Sua paternidade, e em vários momentos eu sentia de meditar em Isaías 53, passagem esta que relata o sacrifício expiatório de Jesus na cruz, até que ontem o Espírito Santo me mostrou a relação dessa passagem com a paternidade de Deus.

É justamente através de nossa aliança com Jesus Cristo, - por meio de Seu sacrifício por nossos pecados, - que fomos feitos família de Deus, e portanto FILHOS de Deus. Jesus expiou os nossos pecados para nos devolver a filiação que havia sido perdida no Éden. "Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus." (1 João 3:1).

Lembro-me de um tempo em minha vida que, apesar de meditar nas Escrituras sobre a nossa filiação em Deus enquanto cristãos, eu não me sentia como filha, mas apenas como uma serva, como alguém que tinha uma aliança com Jesus e deveria fazer coisas para agradá-Lo.

Talvez você leia esse texto e não o associe em nada à sua vida, mas eu o (a) aconselho a se auto-examinar e pedir ao Espírito Santo que lhe mostre se você tem entendido de fato que é filho (a) amado (a) do seu Pai Celestial, e se tem agido como tal.

Precisamos trazer para a consciência o fato de que somos ACEITOS por Deus, independente do que fazemos para Ele ou deixamos de fazer. Devemos a Deus nossa obediência, nossa santificação, e todos somos chamados à falar do Seu amor, das Boas Novas ao mundo, mas, definitivamente, nada do que fizermos para Deus nos tornará mais ou menos aceitos ou aprovados por Ele! A Bíblia diz que nossa justiça é como trapo de imundícia (Isaías 64:3), e se por acaso estamos em algum ministério ou fazemos a obra de Deus de alguma forma é porque a GRAÇA de Deus está sobre nós, mas em nada disso temos méritos próprios. Deus não nos ama porque somos "certinhos" ou porque cumprimos nossas disciplinas espirituais, Ele nos ama pelo o que Ele é, e não pelo o que nós somos, e Deus é amor! (1 João 4:8).

Convido você a refletir sobre o fato de Deus ser o seu Pai Celestial neste dia! Talvez o seu pai terreno não tenha sido um bom pai, ou sequer você tem um, mas Deus convida você a olhá-Lo como o Pai bom, presente e perfeito que Ele é, deixando de projetar nEle o que quer que o seu pai terreno tenha sido. Nós só podemos dar o que temos em nós, e talvez o seu pai terreno jamais tenha recebido amor e por isso não soube dar-lhe, e se você não tem sentido o amor de Deus por você, ou não tem se sentido filho (a) dEle que você é, ore a respeito e medite nas passagens bíblicas que falam de nossa filiação em Deus até que você se sinta amado e consiga ver a Deus como o Pai maravilhoso que Ele é e sempre será!

Deus tem falado ao meu coração que o Seu amor nos cura! O Seu amor preenche nossos vazios, cura nossas feridas, e tem potencial para nos libertar e para romper em nós o que nos aprisiona e embaraça. Receba o amor de Deus enquanto você medita no sacrifício de Jesus por você, enquanto você O louva, enquanto você percebe o Seu amor e cuidado nos detalhes do seu dia, e por fim, seja livre, pois o amor de Deus liberta!

Deus te abençoe!

Imagem: @lebullon
Texto: Priscila Grah