9 de out de 2016

Ânimo! Tua jornada é longa!


Amados, esse texto ficou um pouco longo, mas peço que você o leia até o fim. Que Deus fale ao teu coração!
Em 1 Reis 19, lemos sobre o medo e tristeza que Elias sentiu, após a terrível Jezabel ameaçá-lo de morte. Lendo esse capítulo, percebi alguns comportamentos do profeta Elias nesse momento difícil, que devemos vigiar para não repeti-los em nossos tempos de provação.
No verso 3, o primeiro comportamento de Elias foi acatar a intimidação. Elias tinha acabado de realizar um grande feito, executando os profetas de Baal e levantando o nome do Senhor como o único Deus diante de centenas de pessoas, mas diante da ameaça de Jezabel Elias sentiu-se intimidado e se afastou. Jezabel era idólatra, profana e má, e por isso a vida e os feitos do profeta Elias lhe incomodavam profundamente! Há muitas pessoas que assim como Jezabel também poderão ser instrumentos do mal em nossas vidas nos desencorajando, duvidando dos sonhos de Deus para nós e talvez até zombando deles, mas precisamos ter convicção em quem somos para Deus e no que Ele nos prometeu, ao invés de deixar a intimidação nos paralisar e no pior dos casos, nos levar a desistir!

No verso 3, lemos que Elias "deixou o seu servo" e partiu para outro lugar. Outro ponto que devemos vigiar nos momentos de provação, é para que não nos isolemos, não busquemos a solidão! A comunhão é um fator muito importante nos momentos difíceis que enfrentamos, e seria muita pretensão de nossa parte acharmos que temos condições de andar sós e nos afastarmos da igreja, se até mesmo o Senhor Jesus caminhou com doze discípulos ao Seu lado, e no momento de maior dor, no Getsêmani, ele levou três mais chegados com Ele, para que vigiassem junto dEle em oração!

No 4 lemos que Elias "entrou no deserto." Deus me trouxe ao coração lendo esse verso que, nós mesmos podemos nos colocar em um deserto, caso não vigiemos nossos pensamentos de auto-depreciação e derrota, que consequentemente geram emoções e atitudes negativas.

Ainda no verso 4 lemos que Elias sentou de baixo de um pé de giesta. É interessante porque um dos significados desse belo arbusto chamado "giesta" é "renovação." E eu realmente creio que de tempos em tempos um período de descanso e renovação seja necessário em nossas vidas, onde estaremos recebendo de Deus e recobrando nossas forças para continuar a caminhada.

Na parte 4b do verso, Elias pede a Deus a morte e diz que não era melhor que seus antepassados. Queridos, devemos amar e valorizar a vida, e jamais lançarmos palavras de derrota sobre nós mesmos e nossa situação! Devemos nos olhar crendo no amor de Deus sobre nós e no quanto somos valiosos para Ele, pois como está escrito: "Porque como (o homem) imaginou no seu coração, assim ele é." (Provérbios 23:7).
A minha oração por cada um que se identifica com essa mensagem, é que o mesmo anjo que visitou o abatido profeta Elias, o visite também o (a) alimentando com o pão do céu, com um fortalecimento sobrenatural que o (a) capacitará para o restante da caminhada, pois a jornada é grande!
Receba o renovo do Senhor e creia: tudo passa! Tua caminhada é longa e Deus estará contigo em cada passo dessa jornada!
Deus te abençoe!
Priscila Grah

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário passará por aprovação antes de ser postado.
Que Deus te abençoe!